23 de maio de 2008

Querido Primeiro-Ministro:


Veja Eng. Sócrates: Portugal é o país da Europa com maiores desigualdades sociais. Deve-se tudo à educação, dizem. 3 em 4 portugueses têm apenas o ensino básico, outros têm diplomas da sua licenciatura forçados... E mesmo os licenciados, Sr. Engenheiro, aqueles que de facto tiraram um curso isento, procuram ajuda para se alimentarem. Segundo os diversos meios de comunicação, são "militares, jornalistas, professores, etc.". E isto chateia-me ligeiramente, compreende?

Mas repare melhor, 2 milhões de pessoas do nosso país passam dias sem comer carne ou peixe. Imagina-se a pão e leite, senhor Engenheiro? Vá, um arrozinho ao fim-de-semana, não sejamos extremistas!! o mesmo número de habitantes vivem com menos de dez euros por dia. Ainda sabe o que são apenas 10€? Sobravam-lhe 7€, Sr. Engenheiro, se comprasse um maço de tabaco. Ah, desculpe, você deixou de fumar!

Voltando ao que interessa, alguma vez soube quanto custa pagar uma renda em Lisboa? Pagar as propinas de uma universidade? Faz alguma ideia do que deve ser não ter emprego, nem dinheiro para viver? Imagina o quão doloroso deve ser ter de pedir para comer? Alguma vez deixou o seu bom nível de vida para ver, de facto, como vivem as pessoas que - estupidamente - o elegeram? E se em vez de ir à Televisão dizer que não sabia que estava a infringir uma lei que criou, quando fumou num avião da TAP, fosse prestar contas com o país e dissesse, de uma vez por todas, com o que podemos todos contar...?


É que sabe, realmente não tenho a vida que você tem mas também não passo dificuldades. Mas, ao contrário de si, eu não tenho a vida garantida... veja lá que ainda nem sequer consegui que me oferecessem o diploma de licenciada em jornalismo! Se nos juntarmos os 2 podemos melhorar o meu blog e o país: eu deixo de o criticar e você começa, finalmente, a governar a nossa população.

4 comentários:

Ricardo. disse...

Bem, voltas-te em grande!

Grande post...

jorge couto disse...

bem dito!! Já fazias falta =)

Jedi Master Atomic disse...

Quanto à carne e ao peixe, será que vamos todos passar a comer tofu ?? lol
Eu gosto, mas se calhar muitos portugueses ainda não estão habituados...lol

Sabes Ines, eu tenho uma convicção muito forte de que a culpa disto não é exclusivamente dele e do nosso governo. Nós temos uma grande dose de culpa na situação, porque nos fomos deixando levar, sem grandes ambições, apenas a querer "passar" pela vida.

Agora estamos a pagar o preço da nossa maior qualidade: o desenrascanço. Em vez de se fazerem as coisas como deve ser, fomos pondo remendos.

Isto só dá a volta quando NÓS fizermos algo por isso. Não podemos ficar à espera do governo !!!

Ele há horas assim... disse...

Olá Iinês,

Podes ter todaa razão em tudo aquilo que disseste, mas a verdade é que se um outro candidato de outro qualquer partido fosse eleito em vez de ter sido - estupidamente - o sócrates, a m... seria exactamente a mesma.

A classe política em Portugal é toda igual, mesmo aqueles que poderíamos pensar à partida que poderiam fazer a diferença...

Mas uma coisa é inegável: Este tem sido um dos poucos com "eles no sítio" para tomar certas e determinadas" medidas. Não é por acaso que tem vindo a perder alguma popularidade...

Mal por mal, deixava lá ficar este...
Mas isso sou só eu a pensar...!

;)

Bjo