30 de setembro de 2007

Após um fim-de-semana no Porto, saliento:

  • As pessoas do Norte são bem diferentes das do Sul. São de extremos. Tanto apanhei pessoas super simpáticas e acolhedoras como encontrei pessoas mal encaradas e antipáticas como tudo. A parte boa é que em cada dez, nove eram espectaculares.
  • O Porto tem uma beleza que acho fascinante. A zona ribeirinha, a diferença brutal de estilos, as ruas íngremes e apertadas, a garagem de autocarros da Batalha em que eu jurava que o autocarro não conseguia sair, entre outros.
  • o frio... carago! Uma pessoa estava tão bem no solinho do Algarve ou, vá, na brisa de Lisboa, rapei um frio de chinelos o fim-de-semana todinho!!!
  • as palavras que mais ouvi nestes dias foram: "então quando casam???" Só digo isto ... MEDO! (hihihi)

Tirando isso, foi uma óptima viagem e também foi bom ver que já tenho 23 votos sobre o layout! Votem votem minha gente, que o prazo está quase a acabar!

7 comentários:

n disse...

Eh pá, o frio agravou-se precisamente neste fim de semana, porque antes andava-se bem de t-shirt e calções, mas sim é sempre um bocadinho mais fresquinho. Já eu, a impressão que tenho, é que sempre que vou a lisboa apanho uma caloraça.
Achei um bom retrato, fez-me sorrir: ao imaginar as pessoas (tanto as simpáticas como as outras, que, claro que também as há) e ao visualizar a garagem dos autocarros, que tem péssimo aspecto.
Só uma coisa me intrigou "a diferença brutal de estilos". Diferença entre o estilo que existe no Porto e os estilos que existem noutras cidades? Ou os vários estilos diferentes que existem dentro do Porto?
Bj.

Su disse...

O Porto é sem dúvida uma cidade espectacular!

iinês disse...

a diferença de estilos dentro do Porto N. Pelo menos a ideia que eu tenho desde pequena é que o porto é uma mistura de tudo, estilos, pessoas, etc.

beijinho

n disse...

Que giro. Acho curioso isso. Porque o Porto a mim parece-me de uma uniformidade incrível (pelo menos a nível de arquitectura), que eu sei que existe devido ao seu sistema de cadastramento urbano, mas às tantas isso não terá assim tão grande leitura.
Mas, por exemplo em relação a Lisboa? Em Lisboa não existe mais variedade/diferença, de estilos e pessoas, ainda?
Eu acho Lisboa uma cidade cosmopolita/ internacional, o Porto não, é uma grande cidade, com muita variedade e diferença, tudo bem, mas claramente nacional.

Adoro viver no Porto, seria uma boa pessoa para fazer publicidade à cidade, e gosto imenso de ouvir as impressões de quem vem de fora, com mais objectividade ou distanciamento.
Beijinhos

Carlos Costa disse...

"as palavras que mais ouvi nestes dias foram: "então quando casam???" Só digo isto ... MEDO! (hihihi)"


Não sabia como começar, então decidi começar por fazer um plágio da tua "conversadeira"..... Gostei especialmente desta passagem!

Como eu te compreendo bem...

Mas, a palavra "MEDO"... não sei se será a palavra certa... não me perguntes qual seja, ainda não sei, mas penso em breve vir a descubrir! ;)

iinês disse...

Obrigada pelo teu comentário carlos. sim, eu estava a brincar quando disse "medo", o casamento desde q seja c a pessoa certa, só deve é ser bom.

Bjs

Su disse...

Mas porque é que quando nos vêm com um namorado há já algum tempo perguntam logo quando é o casório??

Xiça, que coisa! Será que é uma obrigação ter de casar antes dos 30, e se eu me quiser casar só aos 40, qual é o problema, não é?

E o pior é quando vais à terra dos pais e todas as raparigas da tua idade já casaram, já têm filhos e dp olham para ti como a ovelha negra... lloooll. Faz-me sentir tão bem... eheh

Eu acho que aquilo é arrependimento de não terem ficado solteiras mais tempo, isso sim!