28 de abril de 2007

Sapatinhos novos e política...

Pensamento ao acordar: "vá Inês, vais ao supermercado, almoças com a tua amiga S. e depois estudas a tarde toda".

Realidade: almoço com a S. e passeio a tarde toda pelo Bairro e pelo Chiado à procura de uns sapatinhos novos.
Conclusão: não comprei os sapatos (por pouco) mas comprei umas calças... é justo!

Na nossa deambulação ora Chiado, ora Bairro Alto, perguntei à S. quais as verdadeiras diferenças entre os partidos de esquerda centro e direita centro. Sendo ela do curso de ciência política, sempre sabe mais um pouco que eu sobre esse assunto, que ultimamente me tem intrigado. Sei que não me revejo nos partidos de extremos, seja o comunismo ou a direita extrema. O comunismo porque acho que é tudo muito bonito e tal, nao haver classes e termos todos o mesmo, mas, convenhamos, isso é tudo uma utopia. Os fascistas, renovadores, nacionalistas, nheka nheka nheka, discordo, pronto.

Mas e os partidos mais centrais, o PS e o PSD? Quais são as (supostas) verdadeiras diferenças entre ambos, que fazem os militantes defenderem o seu partido com tanto fulgor? Será que existe algum site que diga os fundamentos de cada partido, bem explicadinhos, para uma pessoa poder decidir o que votar, quem apoiar???

Será que alguma das (poucas) pessoas que lê o meu blog percebe alguma coisa de política e me pode ajudar??


Obrigada e fod***.... o boavista ia tão bem a derrotar o Porto, mas agora o guarda-redes tinha que se armar em bom e ser expulso....

2 comentários:

Inês disse...

As verdadeiras ideologias que qualquer um desses partidos deveria defender não são realmente postas em prática por isso pouco adiantará que pesquises a sua história. No entanto é muito bom que te interesses e que te informes antes de votares. Para quem está indeciso (e mesmo para quem não está) é sempre útil reparar no que defende cada partido, nas decisões que tomam, nas leis que propõem, e de que lado se põem em cada mudança proposta. Se achares que te começas a identificar com muitas das ideias defendidas, então é nesses que deves votar. Eu já fiz a minha escolha, há uns anos atrás, e nela me tenho mantido. Mas é bom saber que há quem se interesse por política. Muito bom...
E fico contente por gostares do meu blog :) Vai aparecendo :)

Gonçalo disse...

Acho que ainda não tinha passado por cá, mas fiquei surpeendido. Do skyblog da adolescente Inês deparo-me com um novo blog em que até política se discute.
Confesso que vinha cá porque acabei de escrever um texto para um concurso (se eu não ganho os 125 euros que estão em jogo mato alguém)e à boa maneira portuguesa deixei tudo para a última da hora. Como não tenho corrector de erros no meu Microsoft Word decidi ir a um blog, porque os bons costumam ter essa ferramenta. Optei pelo teu e acabei por comentar. (aquilo tinha uns errozitos mas nada de grave, já corrigi ^^)

Quanto à política: a igualdade do comunismo é tu teres dois bifes e p governo tira-te um para dar aos pobres (caridade deve ser voluntária). Extrema direita, até concordo em fechar as fronteiras, mas matar pretos à bala é um bocado exagerado.

PS e PSD a diferença é que com o PS o Sócrates leva o ordenado em vez de ser o Santana.

Falando a sério, as diferenças notam-se por exemplo em questões éticas. Na prática os laranjas são os católicos moralistas (não estou a dizer que é mau) e os rosas são os populistas. Isso viu-se bem na questão do aborto. O PS defendeu a aprovação da lei e incitou os portugueses a votar sim, enquanto que vias o Marques Mendes debater-se com as questões éticas que esta situação implica.
Agora é questão de saberes definir bem a tua opinião, que eu a minha já assentei à bastante tempo.

Mas minha menina são 5:15 da manhã e tenho aulas às 8:20. Não estava à espera de me alongar tanto a comentar, mas já que o blog me ajudou no trabalho acho que mereces o comentário.

Aproveito para mandar beijinhos